Marketing de Conteúdo: O que é e como fazer

Marketing de Conteúdo é uma estratégia para o Marketing Digital que resulta no engajamento do público-alvo e no crescimento da clientela através da criação de conteúdo de qualidade. Embora confundidos como a mesma coisa, Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo possuem suas diferenças

Se destacar no mercado digital é um dos grandes desafios para quem está começando a empreender através da internet, afinal, vender não se trata mais de simplesmente investir uma fortuna em anúncios do Google ou do Facebook esperando que tudo aconteça sozinho.

A partir do momento em que apenas estar presente na internet não gera mais os resultados esperados, você precisa se destacar da sua concorrência.

Portanto, se você está lendo esse artigo é porque se deparou com um termo que vem chamando bastante atenção dos empreendedores digitais: o Marketing de Conteúdo.

Tendência mundial

Como expliquei no artigo sobre Como as interações nas redes sociais podem alavancar a sua empresa, as grandes marcas se encontram cada vez mais presentes no mundo digital, seja através das redes sociais ou por meio de blogs.

Já adianto para você que todo esse movimento não é à toa. Como uma das tendências para os próximos anos, as interações sociais entre empresa e cliente estão cada vez mais requisitadas. Dessa forma, o Marketing de Conteúdo aparece como uma das principais ferramentas para a construção desse vínculo emocional.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Marketing de Conteúdo não é a tradução ou sinônimo de Inbound Marketing, mas sim uma das principais estratégias presentes no meio.

Sendo assim, se você quer conhecer um pouco mais sobre essa estratégia e alavancar de vez o seu negócio online, preparamos nesse artigo tudo o que você precisa saber para se tornar um especialista no Marketing de Conteúdo.

O que é Marketing de Conteúdo?

Já se foi o tempo em que as pessoas passavam horas diante da televisão, assistindo jornais e em busca de informações. Com a internet, conhecer sobre determinado assunto está cada vez mais fácil, afinal, basta perguntar ao “doutor Google”.

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia utilizada pelas empresas para aumentar o engajamento do público-alvo e expandir sua rede de clientes, transformando as empresas através de um canal de comunicação direto com os seus consumidores. Para isso, a produção de conteúdo de qualidade é fundamental (ênfase na palavra “qualidade).

Quando mencionamos um conteúdo de qualidade, estamos falando de algo que realmente agregue valor para os consumidores potenciais do seu negócio, ou seja, para a sua persona. Essa é a essência da estratégia, produzir algo útil para os usuários.

Portanto, quanto mais informação, dicas práticas e materiais adicionais, melhor para o crescimento da sua empresa. A partir do Marketing de Conteúdo, a marca consegue facilmente gerar valor para seus consumidores.

O erro que muitos cometem no Marketing de Conteúdo

Como você deve ter percebido, o Marketing de Conteúdo pode ser uma estratégia bastante complexa para incorporar na sua empresa. Porém, não se preocupe, pois lhe mostrarei o passo a passo durante o artigo.

Acredito que já deve ter ficado claro que o principal objetivo do Marketing de Conteúdo é divulgar a sua marca, criar autoridade no assunto e, consequentemente, expandir a sua base de seguidores. Portanto, ao contrário das Copywritings, esses artigos não são feitos para vender, e sim para engajar o público.

Esse é o ponto que muitas pessoas se confundem e cometem erros na hora de criar conteúdo. O Marketing de Conteúdo é uma maneira sutil de atingir os anseios e as necessidades do seu público alvo, sem forçar a venda de certo produto. Assim, ao produzir o conteúdo em um blog ou nas redes sociais, você está oferecendo conhecimento ao seu público.

Portanto, o engajamento do público pode ocorrer de diversas formas. Um bom conteúdo não está focado em vender produtos ou serviços, mas em esclarecer dúvidas ou passar conhecimento. Dessa forma, a venda será apenas uma consequência de todo o processo.

Por que o Marketing de Conteúdo é tão eficaz?

Você deve estar se perguntando, “Por que gastar tempo produzindo um conteúdo de graça para o meu público, se eu poderia ganhar dinheiro vendendo-o?”. Bem, você realmente poderia fazer isso.

Ao invés de criar um eBook gratuito que ensina alguém os “5 passos para o sucesso na área de….”, você poderia vende-lo na Amazon e tentar fazer uma graninha. Porém, será que você iria conseguir despertar o interesse das pessoas no seu produto? Que público iria compra-lo?

Se o seu potencial cliente confia mais no produto da concorrência, você não iria nem conseguir entrar em uma competição de vendas. Isso justamente pela falta de pessoas que acompanham e gostam do seu trabalho, ou seja, de um público engajado.

Ao contrário, podemos usar como exemplo uma empresa que, todos os dias, publica um artigo de qualidade no seu blog. Qualquer pessoa que se interessar pelo assunto e acessar o blog dessa marca, irá se deparar com uma enorme quantidade de conhecimento. Ou seja, ela possui uma autoridade.

Serve para qualquer negócio

Sendo assim, não importa qual seja o foco do seu negócio. Pode ser sobre beleza, maquiagem, saúde ou até mesmo Marketing Digital. O importante é que, a partir do momento que alguém entrar no seu blog, ela consiga sanar suas principais dúvidas.

Com o tempo, esse consumidor começa a colocar em prática todos os ensinamentos que a empresa passou para ele. Surpreendentemente, está dando tudo certo, exatamente como estava escrito! Assim, você vai aos poucos se apaixonando mais e mais por aquela marca, afinal, ela que te ensinou tudo o que você sabe.

Seja por gratidão, por reconhecimento ou como forma de agradecimento, qualquer produto que essa empresa lançar, os clientes irão comprar (e divulgar).

Portanto, acho que já temos a resposta para as perguntas acima. Sim, o Marketing de Conteúdo é essencial para o sucesso duradouro do seu negócio, afinal, ele é capaz de criar consumidores engajados e desenvolver a sua autoridade no mercado.

Dessa forma, a sua eficácia vem na forma como essa estratégia consegue construir relações interpessoais entre consumidor e marca. Assim, as vendas serão uma consequência dos seu esforço para ajudar o público.

A metodologia do Inbound Marketing

O Inbound Marketing é a estratégia mais valiosa do Marketing Digital. Portanto, para falar sobre assunto que estamos tratando, essa metodologia não poderia ficar de fora.

Resumidamente, o Inbound Marketing é qualquer estratégia que a sua empresa utilize para atrair o interesse do público de forma não invasiva. Sendo assim, ele é o lado oposto daquelas propagandas agressivas que encontramos nos anúncios do Youtube.

Portanto, o principal objetivo dessa metodologia é atrair o público de forma sutil. Assim, vamos dizer que você entrega apenas um panfleto com o cardápio do seu restaurante, e deixa que os interessados compareçam no tempo deles.

Dessa forma, o Inbound Marketing, também chamado de marketing de atração, é estruturado em quatro pilares:

  • Atrair através de conteúdos relevantes os interessados pelo negócio;
  • Converter e transformar os visitantes em leads, onde esse público irá ganhar proximidade com a empresa e se transformar em potenciais vendas.
  • Vender o produto ou serviço da empresa que interessa o seu lead, afinal, esse será o “momento imperdível” para que ele faça a compra.
  • Encantar o seu cliente mesmo após a compra, o que chamamos de pós-venda. Embora você tenha realizado uma venda, o seu trabalho como empreendedor não acabou, pelo menos não de acordo com o Inbound Marketing. Para construir um relacionamento duradouro com o seu novo cliente, é importante que sua empresa ofereça todo o suporte necessário, além de mantê-lo sempre informado sobre as novidades do seu negócio.

Assim, o Inbound Marketing atrai público, ganhando sua confiança e transformando-os em seguidores fieis da empresa.

Como criar uma estratégia de sucesso no Marketing de Conteúdo

marketing de conteúdo definir persona planejamento

Se você leu em algum lugar que basta colocar um blog no ar e começar a escrever quando você tiver um tempinho, sinto muito em lhe dizer, mas isso não é Marketing de Conteúdo e, o pior de tudo, não irá dar resultados.

Para ficar mais fácil de entender como funciona esse mecanismo, costumo dividir o marketing de conteúdo em três etapas:

Planejamento

Pode parecer um pouco estranho, mas escrever é uma das menores partes entre as estratégias do Marketing de Conteúdo. Na verdade, é necessário que você tenha definido todos os seus objetivos, estratégias e até mesmo uma análise de métricas antes de colocar a mão na massa.

Portanto, o planejamento se trata de todos aqueles estudos que fazemos antes de começar a criar o conteúdo, como a escolha dos temas, da linguagem que será utilizada no artigo e, principalmente, das palavras-chave.

Sendo assim, é nesse momento que você irá esclarecer quais são os resultados desejados. Com base nisso, será traçada a sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

Acredito que fazer qualquer coisa sem um planejamento prévio é como dirigir um avião sem uma rota definida. No começo, será bastante divertido, mas em algum momento, você irá se perder ou a gasolina acabará.

Por esse motivo que, durante o planejamento do Marketing de Conteúdo, definimos quais serão os passos tomados para a estratégia da empresa, começando pela definição de personas.

Definindo a sua Persona

Persona é a descrição do seu cliente ideal, ou seja, daquela pessoa que está disposta a comprar o seu produto. Porém, não se engane achando que persona e público-alvo são as mesmas coisas, pois os dois conceitos são bem diferentes.

Durante a definição da persona da sua marca, ocorrem profundas entrevistas com os seus principais clientes com o objetivo de encontrar algo em padrão em todos eles. Assim, a tendência é que essas semelhanças se repitam no futuro, dando uma margem de previsão sobre quais pessoas possuem uma tendência maior a comprar os seus produtos.

Dessa forma, a persona é mais detalhada e permite que você potencialize suas campanhas de Marketing de Conteúdo. Traços emocionais e até mesmo tarefas do dia a dia podem estar presentes em uma persona. Veja o exemplo:

Marcos é um estudante de medicina e possui 23 anos, trabalha meio expediente dando aulas particulares e adora sair com os amigos durantes os finais de semana para ir ao shopping. Além disso, ele preza muito pelo dinheiro que possui, e opta sempre pelas promoções. Ele também é um árduo leitor e gosta de conteúdos práticos que possa replicar no seu dia a dia.

No entanto, existem algumas estratégias do Marketing de Conteúdo que aceleram o processo de venda, fazendo com que a sua persona pule algumas etapas para a compra, e esse será o tema do próximo tópico.

Funil de Vendas e Conteúdo

O funil de vendas é uma forma bastante simples de desenhar qual será o processo de vendas, desde o primeiro contato do cliente com o seu conteúdo até o momento que a venda é finalizada.

Assim, a estratégia entender que, embora muitas pessoas cheguem a você e tenham acesso ao conteúdo, apenas uma parcela percorrerá todo o processo, tornando-se cliente.

Esse modelo de planejamento é bastante importante para que a marca consiga entender qual o progresso de conversão que a persona se encontra no momento. Assim, é possível planejar esforços para leva-lo à próxima etapa, até o momento em que ocorra a decisão da compra.

Em geral, o funil de vendas é dividido em 3 etapas:

  • Topo do funil: etapa de aprendizado e descoberta;
  • Meio do funil: etapa de reconhecimento e consideração;
  • Fundo de funil: etapa de decisão, momento em que o cliente realizará a compra.

Marketing de Conteúdo pós-venda

O maior erro de muitas empresas é considerar o estágio de vendas o ponto final do seu negócio. Assim, na maioria das vezes, é comprador para um lado, vendedor para outro.

No entanto, saiba que se a sua empresa também faz isso, vocês estão perdendo uma enorme oportunidade de vender novamente. Isso porque as chances de um cliente comprar novamente da sua marca são enormes, ainda mais quando a empresa continua mantendo contato com esse consumidor.

Assim, o ideal é que a sua empresa ofereça um conteúdo personalizado para o cliente, proporcionando uma melhor experiência com o produto que ele adquiriu e resolvendo problemas que possam aparecer futuramente.

Particularmente, considero os e-mails como a forma mais eficaz de cobrir essa etapa do processo.

Canais de conteúdo

Agora que já temos a persona bem definida e as primeiras estratégias traçadas, está na hora de avaliar quais canais serão utilizados para a aquisição de clientes. De forma simples, onde você irá publicar o seu conteúdo.

Nesse momento, é importante que você opte por um canal onde será mais fácil encontrar a sua persona. Além disso, escolha um canal que você possa postar conteúdos frequentes e que realmente façam diferença na vida do público.

Aqui vão os principais canais que podem ser utilizados para aquisição de novos clientes:

  • Blogs e sites;
  • Redes sociais;
  • Plataformas de vídeos;
  • Ebooks e White Papers;
  • E-mail.

Execução das suas estratégias de Marketing de Conteúdo

Com certeza você já presenciou um negócio que tinha tudo para dar certo. Porém, no momento que começaram a executar os planos, foi um desastre.

Para evitar que a mesma coisa aconteça com você, minha dica é que não perca de vista o que foi definido durante o planejamento do seu negócio. Além disso, é essencial que a distribuição do seu conteúdo seja frequente.

Vale lembrar que o seu plano também deve estar sujeito a algumas mudanças com o passar do tempo, sempre mirando o objetivo final.

Ferramentas para o Marketing de Conteúdo

Existem algumas ferramentas que podem ser bastante úteis durante a sua jornada no Marketing de Conteúdo e que irão ajudar você a criar e engajar a sua audiência, entre elas:

Ferramentas para blog

O WordPress é a principal ferramenta que você irá utilizar para a criação do se blog. Essa plataforma possui uma enorme quantidade de plugins que podem ser utilizados, desde a modelagem do seu site, até mesmo para a escrita dos seus artigos.

Ferramentas de automação e e-mail marketing

  • HubSpot: essa ferramenta está entre uma das principais quando falamos de automação de marketing de conteúdo, sendo necessária durante toda a jornada do cliente;
  • Mailchimp: é o software de automatização de e-mails mais usado do mundo, perfeito para as suas campanhas de e-mail marketing;
  • RD Station: essa ferramenta possui como suas principais funcionalidades o disparo de e-mail marketing, criação de landing pages e até mesmo gestão das mídias sociais.

Ferramentas de SEO

  • SEMrush: pesquisa de palavras-chave, melhorias nas suas campanhas de tráfego pago e até mesmo medir o envolvimento do público nos seus conteúdos através das redes socia.
  • YoastSEO: na minha opnião, o Yoast é a melhor ferramenta de SEO que existe. Ela analisa os principais pontos que os mecanismos do Google avaliam para ranquear os seus posts, além de analisar a legibilidade do artigo. Essa ferramenta é um dos inúmeros plugins que existem no WordPress.
  • UberSuggest: essa ferramenta faz a análise de palavras-chave, mostrando qual o volume de buscas e outras métricas bastante importantes para a criação do artigo.

Ferramentas para análise de métricas

  • Google Analytics: essa ferramenta é capaz de coletar as informações dos usuários da página em que foi instalada e transforma-las em relatórios. É essencial para entender melhor qual o público do seu blog e melhorar as suas estratégias de marketing, entre outras inúmeras ferramentas.

Algumas destas indicações são pagas, outras gratuitas mas o que consideramos mais importante é que enfrente o desafio de realizar. Hoje em dia as pessoas elas estão muito preocupadas em reclamar e pouco realizar. Vamos meter a mão na massa, não ter medo de errar, aprender, crescer! Esse é o meu grande recado para quem deseja entrar no marketing de conteúdo.

Tenho dito muito por onde passo: nunca foi tão bom para se ganhar dinheiro com Comunicação como hoje em dia. Aproveite!

Agradeço a você que está aqui comigo. Deixe seu comentário, sua dica, sua sugestão. Tudo isso nos apoia a crescermos e melhorarmos. Sem você, nada faz sentido!

Se tiver um tempinho, dê um pulinho nas minhas redes sociais. Estamos no Youtube, LinkedIN, Facebook e Instagram. Em cada uma dessas redes temos um material legal, tá?

Um forte abraço e #VamosEmFrente

No comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *